• Redação

Sem apoio financeiro, Maracaju pode desistir da Série B



O cenário atual do futebol sul-mato-grossense pode ser compreendido através desta edição da segunda divisão estadual. Após Cene, Ubiratan e Coxim, o Maracaju pode ser a quarta equipe a desistir da disputa, deixando a competição com apenas três times.

Mesmo com uma gestão econômica, formando um grupo com apenas jogadores da cidade e sem pagar salários a nenhum deles, a situação financeira pode tirar o time da competição.

Com a obrigatoriedade de taxas a serem pagas à Federação para a inscrição de atletas, além do deslocamento à Dourados para os jogos, já que o estádio Loucão não conseguiu liberação, o presidente do clube, Erlei Pires Dias, promete aguardar pelo apoio público até a próxima segunda-feira (21), caso contrário, além da desistência da Série B, toda a diretoria renunciará ao posto. “Toda a diretoria já entrou num consenso de que se não houver apoio vamos renunciar. Se não vier [apoio] agora, não virá nunca”, disse o dirigente.

Recém-eleita, a diretoria entrou com a proposta de regularizar a situação do clube e não gastar mais do que pode, apostando apenas em atletas da cidade, no entanto, mesmo com as medidas tomadas, Dias alega que não há possibilidade de participar da competição sem o apoio dos que haviam se comprometido a colaborar com a equipe.

Como fica a Série B caso o Mac desista

Integrante do grupo A, o papagaio já está classificado às semifinais devido a desistência do Ubiratan, tendo apenas que decidir com o Urso, em dois jogos, o líder e o segundo colocado da chave.

Caso desista, os confrontos entre Moreninhas e União/ABC, pelo grupo B, ganharão importância ainda maior, já que o líder da chave já estará garantido na elite estadual e na final da Série B, enquanto o segunda colocado terá de jogar as semifinais contra o Urso, para decidir o outro promovido e também o segundo finalista.


0 visualização
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now