• Redação

Posse e porte de arma de fogo será liberado por magistrados e MP

Presidente Bolsonaro divulgou em suas redes sociais alteração de instruções para o regulamento de posse e porte de arma de fogo

- A Polícia Federal editou nova Instrução Normativa para posse e porte de armas de fogo.


- A IN 174 de 20/agosto/2020 revoga a IN 131, onde todo o processo de aquisição, registro e porte de armas passa a ser eletrônico.


- Várias categorias serão beneficiadas, como p.ex., os magistrados e membros do MP, que passarão a ter a aptidão psicológica e a capacidade técnica atestadas pelas próprias instituições.


A Polícia Federal publicou nesta quinta-feira (20) uma instrução normativa (IN) que desburocratiza as regras e procedimentos para posse e porte de arma de fogo no Brasil.


A instrução altera alguns pontos importantes , como por exemplo:


🔹 Autoriza a aquisição de até 4 armas de uso permitido e amplia o prazo de validade do registro para 10 anos;


🔹Autoriza o treinamento mensal aos cidadãos que possuem arma de fogo, com a possibilidade de utilização do armamento pessoal;


🔹O processo de aquisição, registro e porte de armas passa a ser essencialmente eletrônico. A PF deixará de exigir documentos que já existam em seus sistemas, reduzindo os prazos para novos pedidos de posse e porte;


A desburocratização do processo de posse e porte de armas facilita o acesso ao armamento para quem desejar. Dessa forma, teremos cada vez mais cidadãos que cumprem a lei como força aliada das polícias.


#portalmaracaju


7 visualizações
falta de agua
00:00 / 01:47
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now