• Redação

Polícia Militar realiza solenidade de inauguração da reforma da 2ªCIPM de Maracaju

Foi realizado nesta manhã (13/03), pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, a Inauguração da reforma da 2ª CIPM de Maracaju e o lançamento do projeto Maracaju Monitorada.



A polícia militar com o apoio da justiça do trabalho de rio brilhante através do juiz do trabalho Dr. Mauricio Sabadini e procurador do trabalho Dr. Paulo Douglas, foi possível dar início as reformas, com um repasse total de R$ 162.000,00 de materiais de construção, equipamentos e mão de obra.

Ainda houve um complemento através do governo do estado, da prefeitura municipal de Maracaju, câmara municipal e conselho de segurança de Maracaju através de convênio auxiliaram com recursos que foram fundamentais para elaboração da obra.

O valor total estimado da obra girou em torno de R$ 300.000(trezentos mil reais).

Toda a construção que incluiu material e mão de obra, resultou na construção de 07(sete) banheiros, auditório com capacidade para 50 pessoas, alojamento de oficiais, alojamento feminino, alojamento de praças, alojamento da equipe, reforma de todas as salas do quartel, além de construção de refeitório, área de lazer, garagem, campo de futebol e asfalto.

Houve ainda reforma das instalações elétricas e hidráulicas de todo o prédio e troca de todo o telhado, que agora é de ferro e zinco, com previsão de durabilidade de 80 anos.

Com os recursos foi possível ainda a aquisição de computadores, camas beliche, colchões, aparelhos de ar condicionado, eletrodomésticos, manutenção de viaturas e instalação de iluminação externa.

A referida reforma, assim como os equipamentos recebidos será utilizada pelas equipes da polícia militar, possibilitando uma melhor agilidade e qualidade no atendimento e possibilitando ainda um tratamento digno e humanizado não só aos policiais militares e funcionários civis que aqui trabalham, mas também as pessoas que necessitarem do trabalho policial com certeza serão recebidas com mais conforto e dignidade.


Quanto ao Projeto Maracaju monitorada, os recursos são oriundos da prefeitura municipal de Maracaju e conselho de segurança de Maracaju, totalizando um investimento de R$ 523.000,00 (quinhentos e vinte e três mil reais).



O presente projeto tem por finalidade aumentar a sensação de segurança da população de Maracaju, bem como visa interagir através da tecnologia na busca de novas ferramentas de vigilância e segurança para a população.

O projeto conta com uma sala de controle com 04 (quatro) monitores, 02 (dois) computadores, central de rádio, antena externa de 50 metros de altura para transmissão pela internet via rádio, que fica interligado diretamente a 12 câmeras fixas e 06 câmeras ptz (speed dome), espalhadas pelas entradas principais da cidade e em pontos de grande circulação de pessoas e veículos.

O combate ao crime organizado e a delitos de toda natureza será beneficiado pela qualidade das imagens em hd, que poderão ser usadas como provas em inquéritos policiais e principalmente servirão de prevenção a delitos pela polícia militar através do monitoramento 24 horas por dia.

Ainda serão implantadas câmeras com leitura de placas que verificarão veículos furtados e/ou roubados, além do acompanhamento de rota das viaturas policiais durante o atendimento de ocorrência policial. Todas as entradas e saídas de Maracaju, toda a rede bancária, todas as pontes, além dos grandes entroncamentos, estão sendo vigiados para unicamente proporcionar maior segurança à população maracajuense.

Um bom projeto de videomonitoramento, além da presença de câmeras, deve trazer resultados concretos para a sociedade, sobretudo com queda nos índices de criminalidade, aumento na recuperação de veículos roubados e maior resolução de ocorrências através do uso das imagens como provas. Num sistema de videomonitoramento urbano, as câmeras precisam ser o meio para se alcançar algo, e não o fim.


Assessoria de Comunicação da 2ª CIPM/CPA-1

0 visualização
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now