Neomille: nova indústria vai investir R$ 1 bilhão para produzir etanol de milho em Maracaju





Mato Grosso do Sul avança na produção de biocombustíveis e na geração de energia limpa com o anúncio da Neomille, usina de etanol de milho que começa a ser instalada em 2022 no município de Maracaju. Na manhã desta sexta-feira (30), o governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) assinaram termo de acordo do Governo do Estado com a empresa, garantindo incentivos fiscais previstos no MS Empreendedor.

A Neomille é um empreendimento da CerradinhoBio, maior complexo produtor de bioenergia da América Latina, com unidades industriais em Chapadão do Céu (GO). Ao todo, será investido R$ 1 bihão na planta industrial em Maracaju. A usina vai gerar 150 empregos diretos e cerca de 500 indiretos com os serviços terceirizados. No período de obras, deverão ser gerados 2 mil empregos na construção civil.

A usina será instalada às margens da rodovia MS-157 em uma área de 115 hectares. A meta de processamento anual é de 1,2 milhão de toneladas de milho ao final de todo o processo de implantação da usina, com a produção de 510 mil metros cúbicos/ano de etanol, além de subprodutos como o DDG, ou farelo de milho (310 mil toneladas/ano), gerar 100 Gigawatts de energia e produzir óleo de milho (22 mil metros cúbicos/ano).


Imprensa

0 visualização0 comentário
Fotos
Fotos

press to zoom
Fotos
Fotos

press to zoom
1/1