Milho: previsão de produtividade se mantem alta em alta na temporada 21/22

A produção de milho nesta nova safra no Brasil deverá atingir 114 milhões de toneladas, aumento de 36,4% em relação às 83,6 milhões de toneladas da safra 2020/2021. De acordo com Raphael Mandarino, diretor da empresa, a estimativa se trata de um cenário realista, considerando que a temporada 2021/2022 deverá ser marcada pelo fenômeno La Niña.




“Nós também trabalhamos com outros dois cenários: o primeiro é de uma produção total de milho em 124 milhões de toneladas, onde o Brasil teria uma janela de plantio ideal e o La Niña perderia força, não afetando a safra. O segundo cenário é mais pessimista, levando em conta impactos mais severos do La Niña, que poderia reduzir a produção para 107 milhões de toneladas.”

A projeção de área para a safra total foi indicada em 20,52 milhões de toneladas, com elevação de 3,5% ante às 19,8 milhões de toneladas do ciclo anterior. Já a produtividade deverá ter um salto de 31,8%, saindo de 70,2 sacas/hectares na temporada passada para 92,5 sacas/hectare.



A primeira safra de milho no Brasil deverá atingir 25,96 milhões de toneladas e a área plantada deverá alcançar 4,5 milhões de hectares. A segunda safra é estimada pela AgResource em 87 milhões de toneladas e a área em 15,43 milhões de hectares. Para a terceira safra, a AgResource Brasil projeta uma produção de 1 milhão de toneladas e área semeada de 594,2 mil hectares


Com informações do Canal Rural.

1 visualização0 comentário
Fotos
Fotos

press to zoom
1/1