• Redação

Amor à camisa: Time do Maracaju vai jogar sem receber salário na Série B



Os jogadores do Maracaju vão precisar de muito amor à camisa do clube para entrar em campo pela Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense. Isso porque nenhum atleta receberá salário para disputar a competição, que começa em novembro. A diretoria do Maracaju decidiu não contratar jogadores profissionais e apostou em atletas amadores, que moram na cidade. A medida ajuda a reduzir custos que o clube teria com salários e alojamentos.

Segundo o técnico Erlei Pires Dias, como a grande maioria dos atletas concilia futebol e trabalho, os treinos são feitos depois do expediente, a partir das 17 horas. O grupo vem treinando a parte física há duas semanas, e nesse período já disputou amistoso contra o time amador da cidade de Antônio João.

- Apesar de ser da cidade, o time não é fraco. Tem uma gurizada nova, média de 23 anos, e com alguns veteranos para dar uma balanceada. Se deixarem, a gente sobe para a primeira divisão. Eles não vão receber salário, vai ser por amor à camisa. A renda que der no bar do estádio vai ajudar a pagar as despesas, e o que sobrar será repartido entre eles. É uma forma de incentivo - contou o treinador, por telefone.

O clube aguarda a prefeitura finalizar os laudos do estádio Loucão para poder mandar seus jogos em casa. A expectativa da diretoria é que a documentação fique pronta antes do prazo final, que é de 15 dias antes da primeira partida na competição. A novidade é que o Loucão agora conta com sistema de iluminação.

O Maracaju está no Grupo A da segundona ao lado de Ubiratan e Coxim. A estreia dotime da terra da linguiça está marcada para o dia 19 de novembro, em casa contra o Ubiratan. A última vez que o Maracaju jogou a Série A estadual foi em 2014.

Para ler mais notícias do Globo Esporte MS, clique em globoesporte.com/ms .


3 visualizações
falta de agua
00:00 / 01:47
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now